Participação no Lançamento da Campanha do Dia de Combate ao Trabalho Infantil

 

Apresentações de crianças e adolescentes marcaram o lançamento da campanha junto com autoridades e redes de proteção infantojuvenil

Gabriela e WllingtonA campanha foi lançada nesta terça-feira (12) no auditório do Ministério da Justiça com a apresentação da adolescente Gabriela Emily de Souza (14 anos) e Wellington Viana (10 anos, do Coletivo da Cidade, instituição que desenvolve atividades com crianças e adolescentes na Estrutural, em Brasília. No lançamento da campanha, cujo tema este ano é “Vamos acabar com o trabalho infantil – Em defesa dos direitos humanos e da justiça social”, dados do IBGE relativos ao trabalho infantil no Brasil foram apresentados pelo Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil, ao que se seguiu a fala de autoridades e integrantes do FNPETI.

A ministra Maria do Rosário, da Secretária de Direitos Humanos da Presidência da República marcou presença e afirmou que o crescimento econômico do Brasil só pode existir sob o marco de um desenvolvimento mais amplo, “nós temos o desafio de extinguir a exploração do trabalho infantil no país”, afirmou.
A secretária executiva do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), Isa Oliveira, afirmou que a diminuição de 13% no trabalho de crianças e adolescentes entre 10 e 17 durante uma década é pouco expressiva.  “Mantendo esse ritmo de redução o Brasil não alcançará a meta de eliminar as piores formas de trabalho infantil até 2016”, conclui.

“O trabalho infantil é quase permitido pela sociedade quando falamos de crianças de baixa renda. É como se a sociedade dissesse: “é melhor estar trabalhando do que estar no crime ou na droga’. Como se a criança de baixa renda tivesse apenas essas duas opções, o trabalho ou o crime, como se ela tivesse nascido sem o direito de ser criança”, afirma a deputada federal Erika Kokay (PT-DF), da Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Direitos Humanos da Criança e do Adolescente.
Na entrada do auditório ficaram expostos cartazes com desenhos de crianças e adolescentes da Estrutural que participam das atividades do Centro de Convivência, da Associação Viver e do Coletivo da Cidade, espaços onde as crianças participam de atividades culturais, de lazer e esportivas na Estrutural, em Brasília.
No mesmo dia, à tarde, e no dia seguinte pela manhã, foi realizado no Parque da Cidade o “II FestAr – Criança que Brinca não Trabalha”, onde as crianças e adolescentes participaram de oficinas de pipa e cata-vento e troca de brinquedos, cujo objetivo é chamar a atenção da sociedade para a proteção dos direitos da criança e do adolescente, por meio do resgate de brincadeiras populares.
A campanha é coordenada pelo Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI) em parceria com os Fóruns Estaduais, a Organização Internacional do Trabalho (OIT), Fundos das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Ministério Público do Trabalho, Conselho Nacional do Ministério Público, Ministério do Trabalho, Ministério do Desenvolvimento Social, Secretaria dos Direitos Humanos/PR, Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Transferência de Renda (SEDEST) do Distrito Federal, Plenarinho da Câmara dos Deputados e Fundação Telefônica.

Sobre o dia 12 de junho

Em resposta a essa situação de trabalho infantil no Brasil e no mundo, a Organização Internacional do Trabalho (OIT), desde 2002, com o intuito de chamar a atenção da sociedade e dos governos para o grave problema do trabalho infantil, incentiva à realização de mobilizações no dia 12 de Junho – Dia de Combate ao Trabalho Infantil – instituído pela organização.
Ao longo dos últimos anos, a data tem ganhado importância e o reconhecimento da sociedade brasileira. Constitui-se, portanto, como um momento de sensibilização, mobilização e potencialização dos esforços empreendidos no combate e prevenção do trabalho infantil no Brasil.

Fotógrafo: Edson Gês, SEDEST

http://www.fnpeti.org.br/destaque/criancas-e-adolescentes-protagonizaram-o-lancamento-da-campanha-do-dia-contra-o-trabalho-infantil-em-brasilia

Anúncios